Ouça um Trecho do Livro: Meridiano de Sangue – Cormac McCarthy

“Eis a natureza da guerra, cujo prémio é a um tempo o jogo e a autoridade e a justificação. Vista desta maneira, a guerra é a forma mais genuína de adivinhação. É pôr à prova a nossa vontade e a vontade de outrem no quadro daquela vontade mais vasta que, pelo facto de vincular todas as vontades individuais, é obrigada a escolher. A guerra é o jogo supremo porque representa, em última análise, o romper da unidade da existência. A guerra é deus.

Brown examinou o juiz.
Você ficou louco, Holden?
Enlouqueceu de vez?

O juiz sorriu.”

Meridiano de Sangue – Cormac McCarthy

Leitor: Ramon Nunes

Um pouco mais sobre Cormac McCarthy:

cormac-mccarthyCormac McCarthy (Rhode Island, 20 de julho de 1933) é um escritor norte-americano.

Na juventude serviu à Força Aérea dos Estados Unidos durante quatro anos, e estudou Artes na Universidade do Tennessee. É vencedor do National Book Award, do National Book Critics Circle Award e do Pulitzer 2007.

Em 40 anos de carreira literária, produziu nove romances, entre eles Todos os Belos Cavalos, A Travessia e Cidade das Planícies, que o autor batizou de Trilogia da Fronteira. Onde os Velhos Não Têm Vez, lançado nos Estados Unidos em 2005, foi adaptado para o cinema pelos irmãos Joel e Ethan Coen, em seu filme No Country for Old Men, lançado em 2007 e vencedor do prêmio Oscar de melhor filme, em 2008. Avesso a entrevistas, Cormac McCarthy gosta de manter sua privacidade.

O escritor tem sido comparado nos últimos anos a outros grandes nomes do romance contemporâneo norte-americano, como Don Delillo, Philip Roth ou Thomas Pynchon.

Um pouco mais sobre o livro Meridiano de Sangue:

meridian-de-sangueEm ‘Meridiano de sangue’ McCarthy reinventa a mitologia do oeste americano criando uma obra sobre uma terra sem lei, em que o absurdo e a alucinação se sobrepõem à realidade.

Neste livro o leitor acompanha um rapaz sem nome e sem família, abandonado à própria sorte num mundo brutal em que, para sobreviver, precisa ser tão ou mais violento que seus inimigos.

Recrutado por uma companhia de mercenários a serviço de governantes locais, atravessa regiões desérticas entre o México e o Texas com a missão de matar o maior número possível de índios e trazer de volta seus escalpos.

Um pouco mais sobre o leitor Ramon Nunes:

ramon nunesNas palavras dele mesmo:

“Meu nome é Ramon S. Nunes, suburbano carioca da clara, nascido no final de uma sexta fria, 29 de Julho do ano de 1988 depois de Cristo. Eu já fui baterista gospel e metal, atendente de posto de gasolina, ator de teatro pantomima, professor formado em História com algumas histórias ou estórias para contar. Ateu esotérico, liberal em política, gramática, economia e comportamento. Tenho alguma experiência em sites culturais e nas redes sociais. Sou profissionalmente editor de vídeos e fotos e trabalho com álbuns turísticos. Eu me definiria como um escritor progressivo, músico realista e mago por vocação.”

É possível contatá-lo através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Ouça um Trecho do Livro: Dom Casmurro – Machado de Assis

“Uma noite desta, vindo da cidade para o Engenho Novo, encontrei no trem da Central um rapaz aqui do bairro, que eu conheço de vista e de chapéu. Cumprimentou-me, sentou-se ao pé de mim, falou da lua e dos ministros, e acabou recitando-me versos. A viagem era curta, e os versos pode ser que não fossem inteiramente maus. Sucedeu, porém, que, como eu estava cansado, fechei os olhos três ou quatro vezes; tanto bastou para que ele interrompesse a leitura e metesse os versos no bolso.

— Continue — disse eu acordando.
— Já acabei — murmurou ele.
— São muito bonitos.

Vi-lhe fazer um gesto para tirá-los outra vez do bolso, mas não passou do gesto; estava amuado. No dia seguinte entrou a dizer de mim nomes feios, e acabou alcunhando-me Dom Casmurro.”

Dom Casmurro – Machado de Assis

Leitora: Andreza Avelina

Um pouco sobre Machado de Assis:

Machado_25_anosJoaquim Maria Machado de Assis (Rio de Janeiro, 21 de junho de 1839 — Rio de Janeiro, 29 de setembro de 1908) foi um escritor brasileiro, amplamente considerado como o maior nome da literatura nacional. Escreveu em praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista, e crítico literário. Testemunhou a mudança política no país quando a República substituiu o Império e foi um grande comentador e relator dos eventos político-sociais de sua época.

Nascido no Morro do Livramento, Rio de Janeiro, de uma família pobre, mal estudou em escolas públicas e nunca frequentou universidade. Os biógrafos notam que, interessado pela boemia e pela corte, lutou para subir socialmente abastecendo-se de superioridade intelectual. Para isso, assumiu diversos cargos públicos, passando pelo Ministério da Agricultura, do Comércio e das Obras Públicas, e conseguindo precoce notoriedade em jornais onde publicava suas primeiras poesias e crônicas. Em sua maturidade, reunido a colegas próximos, fundou e foi o primeiro presidente unânime da Academia Brasileira de Letras.

Sua extensa obra constitui-se de nove romances e peças teatrais, duzentos contos, cinco coletâneas de poemas e sonetos, e mais de seiscentas crônicas. Machado de Assis é considerado o introdutor do Realismo no Brasil, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881).

Um pouco mais sobre o livro Dom Casmurro:

dom-casmurro-2Bentinho e Capitu são criados juntos e se apaixonam na adolescência. Mas a mãe dele, por força de uma promessa, decide enviá-lo ao seminário para que se torne padre. Lá o garoto conhece Escobar, de quem fica amigo íntimo. Algum tempo depois, tanto um como outro deixam a vida eclesiástica e se casam. Escobar com Sancha, e Bentinho com Capitu.

Os dois casais vivem tranquilamente até a morte de Escobar, quando Bentinho começa a desconfiar da fidelidade de sua esposa e percebe a assombrosa semelhança do filho Ezequiel com o ex-companheiro de seminário.

Um pouco sobre a leitora Andreza Avelina:

andreza avelinoAndreza tem 20 anos, mora em Caetés, Pernambuco, sua cidade natal.

Uma garota caseira e muito culta, que gosta de ler e estudar, e que ocupa seu tempo com o que há de melhor na cultura.

“Meu sonho é ser médica veterinária” – Afirma Andreza

É possível contatá-la através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Ouça um Trecho do Livro: O Nome da Rosa – Umberto Eco

“Nem todas as verdades são para todos os ouvidos, nem todas as mentiras podem ser suportadas, certas coisas se sentem com o coração, deixe falar o teu coração, interrogue os rostos, não escute somente as línguas.”

O Nome da Rosa – Umberto Eco

Leitora: Helen Olivas

Um pouco sobre Umberto Eco:

umberto ecoUmberto Eco (Alexandria, 5 de janeiro de 1932) é um escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo italiano de fama internacional. É titular da cadeira de Semiótica (aposentado) e diretor da Escola Superior de ciências humanas na Universidade de Bolonha. Ensinou temporariamente em Yale, na Universidade Columbia, em Harvard, Collège de France e Universidade de Toronto. Colaborador em diversos periódicos acadêmicos, dentre eles colunista da revista semanal italiana L’Espresso, na qual escreve sobre uma infinidade de temas. Eco é, ainda, notório escritor de romances, entre os quais O nome da rosa e O pêndulo de Foucault. Junto com o escritor e roteirista Jean-Claude Carrière, lançou em 2010 “N’Espérez pas vous Débarrasser des Livres” (“Não Espere se Livrar dos Livros”, publicado em Portugal com o título “A Obsessão do Fogo” no Brasil como “Não contem com o fim do livro” Brasil).

Um pouco sobre o livro O Nome da Rosa:

downloadDurante a última semana de novembro de 1327, em um mosteiro franciscano italiano, paira a suspeita de que os monges estejam cometendo heresias.

O frei Guilherme de Baskerville é, então, enviado para investigar o caso, mas tem sua missão interrompida por excêntricos assassinatos.

A morte, em circunstâncias insólitas, de sete monges em sete dias, conduz uma narrativa violenta, que atrai por seu humor, crueldade e sedução erótica.

Um pouco sobre a leitora Helen Olivas:

helen olivasHelen tem 22 anos, é natura da Bahia, entusiasta de idiomas ela estuda francês, inglês e italiano, além do português, seu idioma nativo, trabalha como tradutora autônoma, é uma mulher empreendedora e está terminando o ensino superior em direito na Uesb.

“Pretendo viajar e conhecer alguns países, assim que me formar.”

A coisa não para por aí: Helen ainda é proprietária de um blog de beleza feminina, o Beautifying Life onde lida com todo tipo de dicas de beleza, faz headercentersmaqlllresenhas, considerações sobre como viver melhor, e ainda compartilha experiências de vida.

“O blog é dedicado à busca de se tornar uma pessoa melhor a cada dia, e aqui vou compartilhar dicas para tentar deixar tudo mais bonito e mais fácil em nossas vidas que andam tão agitadas.” – Afirma Helen

Para conhecer mais sobre o blog de Helen, o Beautifying Life, clique aqui.

É possível contatá-la através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Ouça um Trecho do Livro: O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna

“A cachorra morreu, cumpriu sua sentença, encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca do nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo que é vivo, morre.”

O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna

Leitor: Petrônio Santos Costa

Um pouco sobre Ariano Suassuna:

Ariano-SuassunaAriano Vilar Suassuna (João Pessoa, 16 de junho de 1927 — Recife, 23 de julho de 2014) foi um dramaturgo, romancista, ensaísta e poeta brasileiro.

Idealizador do Movimento Armorial e autor de obras como Auto da Compadecida e O Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta, foi um preeminente defensor da cultura do Nordeste do Brasil.

Foi secretário de Cultura de Pernambuco (1994-1998) e secretário de Assessoria do governador Eduardo Campos até abril de 2014.

Um pouco sobre O Auto da Compadecida:

livro capa auto da compadecidaAuto da Compadecida é uma peça teatral em forma de auto, em três atos escrita em 1955 pelo autor brasileiro Ariano Suassuna. Sua primeira encenação foi em 1956, em Recife, Pernambuco. Posteriormente houve nova encenação em 1974, com direção de João Cândido.

É um drama do Nordeste do Brasil. Insere elementos da tradição da literatura de cordel,de gênero comédia apresenta traços do barroco católico brasileiro, mistura cultura popular e tradição religiosa.

Apresenta na escrita traços de linguagem oral por demonstrar na fala do personagem sua classe social, apresenta também regionalismos pelo fato de a história se passar no nordeste e o autor ter nascido lá.

Esta peça projetou Suassuna em todo o país e foi considerada, em 1962, por Sábato Magaldi “o texto mais popular do moderno teatro brasileiro”.

A peça foi adaptada para o cinema pela primeira vez em 1969 com o filme A Compadecida.

Um pouco sobre o leitor Petrônio Santos Costa:

petronio santos costaPetrônio, tem 37 anos, é mineiro, graduado em administração e ciências contábeis. Possui pós-graduação em Administração pela FGV e MBA pela FGV. Foi Professor Universitário de Marketing e Gestão de vendas por 5 anos.

Palestrou em varias empresas do Brasil sobre o Tema: “Dê um Show” – Aprenda como um show tem todos os componentes de sucesso para o século XXI – Tempo, Marca e Entretenimento.

Curte ler sobre política! Ama o Brasil. Atualmente largou tudo e está preparando para ser um acadêmico de Medicina.

É possível contatá-lo através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Sedução – Tawny Weber – Livro Grátis

Está faltando ação no seu relacionamento?

sedução tawny weber

Tawny Weber é uma escritora norte americana, com mais de 15 livros publicados, todos ardendo de paixão, gotejando sensualidade e pegando fogo, ganhou 3 prêmios de romancista, o primeiro em 2005 e os outros dois em 2007 como “melhor livro do ano” em duas categorias diferentes. Além de tudo, ainda é taróloga e hipno-terapeuta.

Para o contato com os fãs, ela usa o Facebook, onde diariamente mantém contato com seus fãs. No Youtube ela tem um canal e ainda tem outros vídeos publicados pela editora Harlequin Books, que a publica.

Tawny é uma escritora que aborda sempre o universo feminino dos relacionamentos, pelo lado mais adulto, de mulher desenvolvida que sabe o que quer, o que deseja e como alcançar.

Neste romance, ela aborda a experiência de uma mulher formada, decida, quente e sedutora, que conhece um homem, um militar forte, que a leva a loucura completa.

O fuzileiro naval Blake Landon conhece o regulamento do início ao fim e o cumpre com precisão. Mas quando uma missão termina em tragédia, todo o seu pelotão é afastado por duas semanas. Para sua sorte, Blake encontra uma ruiva estonteante e percebe que regras, principalmente as de sedução, apenas existem para serem quebradas.

 

A cientista Alexia Lane só pensa em sexo. Em parte, por causa de seu trabalho, mas, sobretudo porque deseja um homem que faça o seu sangue ferver. Ela tem apenas uma restrição: não namora militares. Mas o corpo fascinante de Blake exala prazer por todos os poros, e Alexia não consegue resistir. Ela estava a um passo de atingir o nirvana quando descobre que ele é um fuzileiro. E se uma regra é quebrada, é praticamente certo que outras também serão…

Talvez, seja essa experiência de Sedução o que falta para despertar algo que existe adormecido em você.

O livro é grátis, preencha o formulário abaixo para recebê-lo em seu e-mail:

Você o receberá por e-mail em até 72 horas, e fique de olho na caixa de lixo eletrônico!

Para Onde Ela Foi? – Gayle Forman

Para Onde Ela Foi? É considerado o romance mais forte e sensível da atualidade: Gayle Forman conseguiu falar ao coração.

para onde ela foi

A essa altura, Gayle Forman já dispensa comentários: A autora se tornou consagrada e principalmente entre as mulheres, seus romances são fortes e sensíveis e estão entre os top 10 mais vendidos de 2015. Já falei sobre a trajetória de Gayle Forman e sobre o livro Seu Eu Ficar em um artigo anterior (clique aqui para ver o artigo anterior).

Essa é uma história que começa em Se Eu Ficar, continua em Para Onde Ela Foi? e termina em Eu Estive Aqui.

O romance Para Onde Ela Foi? Faz chorar mais que A Culpa É Das Estrelas.

Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade.
Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.

Sinta um pouco do sabor desse romance no book-trailer:

O primeiro livro virou filme, e claro, a história completa está virando.

Para conferir a página de Gayle Forman no Facebook clique aqui.

Para ver o livro, Para Onde Ela Foi? Clique aqui.

E boa leitura!


Apoio:

Amor Próprio Mulheres Inteligentes Amor Paixão e mais Amor Mulheres de Leão
amor proprio mulheres inteligentes amor paixao e mais amor mulheres de leão

Se Eu Ficar – Gayle Forman

Seguramente o romance mais forte de 2015 até agora!

se-eu-ficar

Gayle Forman é uma autora premiada e uma jornalista cujos artigos foram já publicados na Cosmopolitan, Seventeen e Elle, entre outras revistas. Se Eu Ficar encontra-se publicado em mais de 35 países e recebeu diversas distinções, incluindo ser considerado um dos melhores livros juvenis de 2009 pela Amazon e pela Publishers Weekly. A Summit Entertainment, o estúdio que produziu a saga Crepúsculo, adaptou esta obra ao cinema. Gayle Forman vive em Brooklyn com a família. Da mesma autora pode encontrar também na coleção «Noites Claras» o livro Espera por Mim.

Gayle Forman vem publicando os romances mais intensos da última década.

Na página do Facebook da autora, ela se comunica com seus fãs e leitores e é possível encontrar muito material sobre os trabalhos dela, ela não criou um canal dela no Youtube, mas criou especialmente um canal para o livro: Se Eu Ficar, a desvantagem para nós é que o canal tem conteúdo todo em inglês e nem todos os fãs dominam o idioma.

Se Eu Ficar, conta a história de uma garota que deve decidir após um acidente de carro, caso sobreviva, se vai se dedicar ao seu amor ou à sua carreira, mesmo já tendo perdido sua família.

O livro, já virou filme, é possível conferir o trailer aqui:

Sinopse do livro:

“A última coisa de que Mia se lembra é a música.
Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais mas não sente nada.
Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera… e o seu amor luta para ficar perto dela.
Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.
Se ela ficar…”

O filme é bom, mas como sempre, o livro nos trás muito mais emoções na pele de Mia!

Para conferir a página de Gayle Forman no Facebook clique aqui.

Para conferir o canal do livro no Youtube clique aqui (conteúdo em inglês).

Para ver o livro, Se Eu Ficar, clique aqui.

E boa leitura!


Apoio:

mulheres de 50