Ouça um Trecho do Livro: O Mínimo Que Você Precisa Saber Para Não Ser Um Idiota – Olavo de Carvalho

“O espírito e a razão educam os sentimentos. Os sentimentos do homem amadurecido pelo espírito e pela razão são diferentes dos do homem imaturo, porque aquele ama o que deve amar e odeia o que deve odiar, enquanto o segundo ama ou odeia às tontas, segundo as inclinações arbitrárias da sua subjetividade moldada pelas pressões e atrativos do meio social.

Mas o que atrai a alma para a abertura ao espírito e à razão é a esperança, e o despertar da esperança é um mistério. Homens submetidos à mais dura opressão e aos mais tormentosos sofrimentos conservam sua esperança, enquanto outros a perdem à primeira frustração de um desejo tolo. A esperança não está sob o nosso controle. Seu advento depende do espírito mesmo, que sopra onde quer. Todos os enredos humanos, da vida e da ficção, giram em torno do mistério da esperança.

A esperança, a fé e a caridade educam os sentimentos para o amor ao que deve ser amado. O culto idolátrico dos sentimentos é um egocentrismo cognitivo, um complexo de Peter Pan que recusa a maturidade. Quanto mais o homem busca afirmar sua liberdade por meio da adesão cega a seus sentimentos e desejos, mais se torna escravo da tagarelice ambiente. O caminho da liberdade é para cima, não para baixo. Libertar-se não é afirmar-se: é transcender-se.”

O Mínimo Que Você Precisa Saber Para Não Ser Um Idiota – Olavo de Carvalho

Leitor: Clovis Junior

Um pouco sobre Olavo de Carvalho:

olavo-blogOlavo Luiz Pimentel de Carvalho (Campinas, 29 de abril de 1947) é filósofo, conferencista, ensaísta, e autor brasileiro, atuando nas áreas do jornalismo e filosofia.

Olavo de Carvalho é um grande filósofo, um consagrado escritor e o jornalista de maior influência no Brasil hoje, atualmente escreve para o jornal Diário do Comércio da Associação Comercial de São Paulo e se comunica com seus seguidores através das redes sociais.

É autor de vários livros, incluindo O Jardim das Aflições, O Imbecil Coletivo, O Futuro do Pensamento Brasileiro, entre outros. Além de ser fundador e editor-chefe do MídiaSemMáscara, possui dois websites: http://www.olavodecarvalho.org e http://www.seminariodefilosofia.org.

Um pouco sobre o livro O Mínimo Que Você Precisa Saber Para Não Ser Um Idiota:

capa-do-livro-olavoEscritos entre 1997 e 2013 e publicados em diferentes jornais e revistas do país, os 193 textos aqui selecionados esmiúçam os fatos do cotidiano – as notícias, o que nelas fica subentendido, ou que delas passa omitido – para afinal destrinchar, sem dó, a mentalidade brasileira e sua progressiva inclinação pelo torpor e pela incompreensão.

Há tempos a obra jornalística de Olavo de Carvalho merecia uma leitura reunida como esta.

Esta obra é um divisor de águas para muita gente, aqueles que apenas leram a propaganda política que se faz na mídia brasileira e que apresentada sob falso título de notícia, tem nesta obra uma nova perspectiva para abordagem de assuntos mais diversos debatidos cotidianamente nas pautas sociais e políticas.

Um pouco sobre o leitor Clovis Junior:

clovis juniorClovis tem 28 anos, é engenheiro, mora em São Paulo e trabalha na administração de uma loja.

“Meu sonho é ter a vida dedicada à uma causa nobre. Saber que a minha vida foi dedicada à ajuda na construção de algo bom.” – Clovis Junior

 

É possível contatá-lo através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Anúncios

Ouça um Trecho do Livro: Democracia na América – Alexis de Tocqueville

“A utilidade do saber se descobre com uma clareza especial, inclusive aos olhos das pessoas do povo, os que não se deleitam com seus encantos apreciam seus efeitos, e fazem alguns esforços para alcança-lo.”

Da Democracia na América – Alexis de Tocqueville

Leitor: Marco Antonio Migorança

Um pouco sobre Alexis de Tocqueville:

alexis de tocquevilleAlexis-Charles-Henri Clérel, visconde de Tocqueville, dito Alexis de Tocqueville (29 de julho de 1805 — 16 de abril de 1859) foi um pensador político, historiador e escritor francês.

Tornou-se célebre por suas análises da Revolução Francesa, cuja pertinência foi destacada por François Furet, da democracia americana e da evolução das democracias ocidentais em geral.

Raymond Aron pôs em evidência sua contribuição à sociologia.

Um pouco sobre o livro Da Democracia na América:

da-democracia-na-americaDa democracia na América é um texto clássico de autoria de Alexis de Tocqueville lançado em 1835. Aborda os Estados Unidos dos anos 30 do século XIX, as suas virtudes e defeitos.

Alexis De Tocqueville e Gustave Beaumont, ambos aristocratas franceses, foram enviados pelo governo francês em 1831 para estudar o sistema prisional americano. Chegaram a Nova Iorque em Maio desse ano e passaram nove meses em viagem pelos Estados Unidos, tomando notas não só acerca das prisões, mas sobre todos os aspectos da sociedade norte americana, incluindo a sua economia e o seu sistema político, único no mundo.

Após o retorno à França, em fevereiro de 1832, os dois autores enviaram seus relatórios penais ao governo; Beaumont escreveria ainda um romance sobre relações raciais nos Estados Unidos. Mas seria a obra de Tocqueville, que foi impressa inúmeras vezes no século XIX, que se tornou um clássico. A política americana fascinou-o e ele cativou o sentido de dedicação das pessoas comuns ao processo político.

Um pouco sobre Marco Antonio Migorança:

marco antonio migorançaMarcos tem 33 anos, é natural de São Paulo, proprietário da Streaming Brasil, atende emissoras de Rádio e TV, Web Rádios e entusiastas de Rádio e TV.

“Sonho pessoal, tenho um monte, mas sonho a nível secular, é ver o Brasil desfrutar de liberdade, democracia, ser prospero e ao mesmo tempo alegre”

 

É possível contatá-lo através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Ouça um Trecho do Livro: Política da Prudência – Russell Kirk

“A ideologia, em suma, é uma fórmula política que promete um paraíso terreno à humanidade; mas, de fato, o que a ideologia criou foi uma série de infernos na Terra.”

Política da Prudência – Russell Kirk

Leitor: Matheus Noronha Sturari

Um pouco sobre Russel Kirk:

russel kirkRussell Kirk (19 de outubro de 1918 – 29 de abril de 1994) foi um filósofo político, historiador, crítico social, crítico literário, e autor literário conhecido pela sua influência no conservadorismo americano durante o século XX.

Seu livro, The Conservative Mind, publicado em 1953, deu forma ao movimento conservador pós-Segunda Guerra Mundial. Na obra é estudado o desenvolvimento do pensamento conservador na tradição anglo-americana, dando especial atenção às idéias de Edmund Burke.

Um pouco sobre o livro Política da Prudência:

capa - política da prudênciaAo longo de toda a carreira, Russel Kirk esteve no meio das controvérsias de sua época. Em A Política da Prudência, Kirk esforça-se por defender uma verdadeira “política prudencial” conservadora em oposição à “política ideológica” fomentada pelos que se tinham identificado como conservadores aliados, incluindo libertários e neoconservadores. Kirk expõe dez princípios, acontecimentos, livros e pensadores que definiram a mentalidade e a alma conservadoras. Também analisa as dificuldades apresentadas aos conservadores pelo aumento da centralização política e econômica, por políticas internacionais imprudentes, pela deterioração educacional e por outros sintomas de decadência cultural. Ao comemorar os vinte anos de lançamento de A Política da Prudência, a editora É Realizações traz, para o público de língua portuguesa, a presente edição crítica e anotada com a apresentação de Alex Catharino, introdução de Mark C. Henrie, e ensaios de Bruce Frohnen, Gerhart Niemeyer e Edward E. Ericson Jr.

Um pouco sobre o leitor Matheus Noronha Sturari:

matheusMatheus tem 21 anos, é natural de São Paulo, foi membro do corpo jurídico do Itaú por um ano e meio, e estudante de direito na FMU.

“Meu sonho é viver em um lugar tranquilo, preferencialmente no interior. Se possível no Brasil, mas um Brasil mudado, não o de hoje, e creio que ainda há tempo de reverter a revolução cultural que vivemos. Me imagino com certa estabilidade econômica, com família em um local seguro e tranquilo, onde possa apreciar pequenas coisas. A preferência é no Brasil, mas países como EUA e alguns nórdicos me chamam bastante atenção.”

É possível contatá-lo através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!