Ouça um Trecho do Livro: Meridiano de Sangue – Cormac McCarthy

“Eis a natureza da guerra, cujo prémio é a um tempo o jogo e a autoridade e a justificação. Vista desta maneira, a guerra é a forma mais genuína de adivinhação. É pôr à prova a nossa vontade e a vontade de outrem no quadro daquela vontade mais vasta que, pelo facto de vincular todas as vontades individuais, é obrigada a escolher. A guerra é o jogo supremo porque representa, em última análise, o romper da unidade da existência. A guerra é deus.

Brown examinou o juiz.
Você ficou louco, Holden?
Enlouqueceu de vez?

O juiz sorriu.”

Meridiano de Sangue – Cormac McCarthy

Leitor: Ramon Nunes

Um pouco mais sobre Cormac McCarthy:

cormac-mccarthyCormac McCarthy (Rhode Island, 20 de julho de 1933) é um escritor norte-americano.

Na juventude serviu à Força Aérea dos Estados Unidos durante quatro anos, e estudou Artes na Universidade do Tennessee. É vencedor do National Book Award, do National Book Critics Circle Award e do Pulitzer 2007.

Em 40 anos de carreira literária, produziu nove romances, entre eles Todos os Belos Cavalos, A Travessia e Cidade das Planícies, que o autor batizou de Trilogia da Fronteira. Onde os Velhos Não Têm Vez, lançado nos Estados Unidos em 2005, foi adaptado para o cinema pelos irmãos Joel e Ethan Coen, em seu filme No Country for Old Men, lançado em 2007 e vencedor do prêmio Oscar de melhor filme, em 2008. Avesso a entrevistas, Cormac McCarthy gosta de manter sua privacidade.

O escritor tem sido comparado nos últimos anos a outros grandes nomes do romance contemporâneo norte-americano, como Don Delillo, Philip Roth ou Thomas Pynchon.

Um pouco mais sobre o livro Meridiano de Sangue:

meridian-de-sangueEm ‘Meridiano de sangue’ McCarthy reinventa a mitologia do oeste americano criando uma obra sobre uma terra sem lei, em que o absurdo e a alucinação se sobrepõem à realidade.

Neste livro o leitor acompanha um rapaz sem nome e sem família, abandonado à própria sorte num mundo brutal em que, para sobreviver, precisa ser tão ou mais violento que seus inimigos.

Recrutado por uma companhia de mercenários a serviço de governantes locais, atravessa regiões desérticas entre o México e o Texas com a missão de matar o maior número possível de índios e trazer de volta seus escalpos.

Um pouco mais sobre o leitor Ramon Nunes:

ramon nunesNas palavras dele mesmo:

“Meu nome é Ramon S. Nunes, suburbano carioca da clara, nascido no final de uma sexta fria, 29 de Julho do ano de 1988 depois de Cristo. Eu já fui baterista gospel e metal, atendente de posto de gasolina, ator de teatro pantomima, professor formado em História com algumas histórias ou estórias para contar. Ateu esotérico, liberal em política, gramática, economia e comportamento. Tenho alguma experiência em sites culturais e nas redes sociais. Sou profissionalmente editor de vídeos e fotos e trabalho com álbuns turísticos. Eu me definiria como um escritor progressivo, músico realista e mago por vocação.”

É possível contatá-lo através de seu perfil no Facebook clicando aqui, ou procurando pelo nome completo.


Leia e envie também o trecho do seu livro favorito para o whatsApp (11) 95331-2459 !

Confira também uma série de títulos separados especialmente para você na Livraria Roveran!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s